Vander

Vander tem história de luta pelos trabalhadores

Vander sempre lutou por direitos e benefícios para a população

Vander Luiz dos Santos Loubet nasceu em Porto Murtinho, em 22 de janeiro de 1964. Mudou-se para Campo Grande em 1981, ainda adolescente, para estudar e batalhar por uma vida melhor.

Os primeiros passos na política começaram no movimento estudantil secundarista (na Escola Mace) e universitário (Fucmat, atual UCDB). Foi um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores (PT) em Mato Grosso do Sul, em 1981.

Em 1984, como funcionário do extinto banco Banorte, ingressou no Sindicato dos Bancários de Campo Grande e Região, onde defendeu os direitos dos trabalhadores do setor bancário.

Em 1995, foi eleito foi presidente do Diretório Municipal do PT da Capital.

Entre 1999 e 2002, foi secretário estadual de Governo e secretário estadual de Infraestrutura, Obras e Habitação, período no qual foi peça fundamental na elaboração e na execução dos programas, obras e ações que modernizaram e transformaram Mato Grosso do Sul e seus municípios.

Em 2001, foi eleito presidente do Diretório Regional do PT do Estado.

Em 2002, disputou sua primeira eleição, sendo eleito deputado federal com 101 mil, o mais votado da história de Mato Grosso do Sul até então. Em 2006, sua atuação no Congresso Nacional ganhou o reconhecimento da população e Vander foi reeleito com 118 mil votos, outro recorde. Em 2010, consolidou sua aprovação junto aos eleitores e foi reeleito novamente, dessa vez com pouco mais de 116 mil votos.

Em 2014, foi reeleito pela população de MS para cumprir seu quarto mandato como deputado federal.

Quase R$ 6 bilhões em investimentos federais

Recursos viabilizados por Vander beneficiaram a população em várias áreas

Vander é um político reconhecido por prefeitos e vereadores, de todos os partidos, por sua grande capacidade de captação e liberação de investimentos federais.

Desde 2003, o deputado viabilizou quase R$ 6 bilhões em investimentos federais para Mato Grosso do Sul (Estado e municípios). São recursos oriundos de emendas parlamentares ao Orçamento Geral da União e de programas dos ministérios do governo.

Os investimentos viabilizados por Vander beneficiaram a população de praticamente todas as cidades nas áreas de saúde, saneamento básico (como abastecimento de água e rede de coleta e tratamento de esgoto), educação, infraestrutura urbana (principalmente pavimentação asfáltica e drenagem de águas pluviais), esporte e lazer, habitação, assistência social e agricultura familiar.