Blog
Blog com as publicações feitas pelo Vander nas redes sociais

Fiz minha parte e votei NÃO, ou seja, votei para que o Temer seja investigado pela Justiça. Toda a pessoa pública pode e deve ser investigada ou julgada, não podemos nos esquivar disso, ninguém deve ser blindado. Aceitar essa blindagem é aceitar que o Temer pode estar acima da lei e isso não tem cabimento.

(Postado por Vander no Facebook em 02/08/2017 às 18h41)

Seguimos aqui no Plenário da Câmara defendendo que a Justiça possa investigar/julgar Michel Temer pela denúncia por crime de corrupção passiva. Como tenho destacado a questão não é se o Temer é culpado ou não do crime que está sendo acusado de praticar, isso quem vai decidir é a Justiça. A questão é que todo o homem público pode e deve ser investigado ou julgado, não podemos nos esquivar disso, ninguém deve ser blindado. Aceitar essa blindagem é aceitar que o Temer pode estar acima da lei e isso não tem cabimento.

(Postado por Vander no Facebook em 02/08/2017 às 17h09)

Gravei esse vídeo agora há pouco aqui no Plenário. Como eu já disse antes quem vai decidir se o Temer é culpado ou inocente das acusações é a Justiça. Mas ele não pode e não deve ser blindado, protegido. A Câmara dos Deputados deveria permitir que o STF julgue o Temer. É importante que as pessoas acompanhem a votação de hoje para saber quem vai votar SIM (a favor de Temer, ou seja, para aprovar o parecer da Comissão de Constituição e Justiça que defende que Temer não seja julgado pela Justiça) ou NÃO (ou seja, a favor de que o Temer seja julgado pela Justiça).

(Postado por Vander no Facebook em 02/08/2017 às 12h42)

blog-2017-08-02-plenario

Estou no Plenário da Câmara acompanhando os trabalhos de análise da denúncia por crime de corrupção passiva do Michel Temer. Hoje é dia de saber quais deputados acham que o presidente da República pode ser investigado e julgado e quais deputados acham que o presidente tem que ser blindado e protegido. Importante dizer que a questão não é se o Temer é culpado ou não do crime que está sendo acusado de praticar, isso quem vai decidir é a Justiça. O que estamos discutindo hoje é se o Temer pode ou não pode ser julgado pelas autoridades. Penso que todo o homem público pode e deve ser investigado ou julgado, não podemos nos esquivar disso, ninguém deve ser blindado. POR ISSO VOU VOTAR A FAVOR DA ACEITAÇÃO DA DENÚNCIA (OU SEJA, VOU REGISTRAR VOTO CONTRA O PARECER DA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA QUE RECOMENDA QUE A DENÚNCIA CONTRA O TEMER NÃO SEJA ACEITA).

(Postado por Vander no Facebook em 02/08/2017 às 10h54)

Boa tarde. Fotos de ontem em Sidrolândia. Tive agendas com o prefeito Dr. Marcelo e com nosso vereador Jean. Tratamos da destinação de recursos para o município para atender demandas como asfalto, saúde, patrulha mecanizada e o centro de convivência do idoso.

(Postado por Vander no Facebook em 01/08/2017 às 12h25)

blog-2017-07-26-aumento-combustiveis

Tem duas questões inconstitucionais nesse aumento de impostos para os combustíveis. 1) O decreto do Temer viola o princípio da Anterioridade Nonagesimal que consta nos artigo 150 e 195 da Constituição. Há a necessidade de aguardar o prazo de 90 dias após a publicação da lei para repassar a cobrança ao contribuinte, para que o contribuinte não seja surpreendido com aumento repentino de impostos. 2) O decreto do Temer viola o princípio da Legalidade que consta no artigo 150 da Constituição, pois aumento de tributos só pode ser feito por lei e não por decreto: https://ptnacamara.org.br/portal/2017/07/26/pt-aciona-supremo-contra-aumento-inconstitucional-do-preco-de-combustiveis/.

(Postado por Vander no Facebook em 26/07/2017 às 18h38)